As ameaças à segurança na internet estão aumentando. À medida que a conectividade aumenta, também aumenta a preocupação. Muitas organizações não estão preparadas para ameaças atuais ou futuras. Pesquisas mostram que dois em cada três proprietários de empresas não dão prioridade à segurança cibernética. 

Por esse motivo, é extremamente importante realizar uma análise geral das ameaças e possíveis danos que podem ser causados à sua empresa se a sua rede for atacada ou comprometida. 

Separamos 5 dicas que podem lhe ajudar a fazer essa autoavaliação: 

1. Não ignore as atualizações de software e sistema operacional  

É melhor usar sempre a versão mais recente do sistema operacional. A cada nova versão, o sistema operacional se torna mais forte contra ataques. Sempre mantenha seu firmware (software do programa) atualizado para que não haja incompatibilidades ou problemas de processamento de dados que tornem sua rede mais lenta ou travem. 

2. Altere as senhas e os padrões agora  

Este é o ponto de entrada mais fácil para um hacker usar. Crie e modifique regras de senha (usar letras maiúsculas e minúsculas, números e símbolos). 

3. Sempre tenha um firewall em sua rede  

Firewalls são dispositivos de segurança de rede que monitoram o tráfego de entrada e saída e permitem ou bloqueiam determinado tráfego de acordo com um conjunto de regras de segurança. Este tipo de proteção atende empresas e residências, protegendo os dados da rede e sua confidencialidade. 

4. Desista de programas piratas  

Os hackers são atraídos por software ilegal. É como um ponto de apoio para o criminoso cibernético. Eles apresentam vários riscos, pois um programa que foi modificado para distribuição ilegal pode ter vírus com mais facilidade. 

5. Faça backups regulares 

Os backups não o ajudarão a manter a segurança da Internet, mas você será grato se tiver invasões ou perdas futuras. Com esses backups, os problemas serão mais fáceis de resolver e você não terá perdido tudo. Os backups devem ser armazenados em dispositivos fora da rede e em locais seguros. 

Inclua toda a empresa ou residência em seu planejamento de segurança na Internet e incentive todos a estarem sempre atentos.  

Dica extra: Nunca use a função DMZ para encaminhar portas  

Alguns dispositivos, como roteadores, têm uma função DMZ que é usada para remover dispositivos da zona de segurança (como o nome sugere: zona delimitada). Usar esse recurso para encaminhar portas pode deixar a rede completamente desprotegida. 

Se você tomar as precauções necessárias, os riscos de invasão virtual diminuirão. Além disso, sempre dê preferência a marcas conhecidas e confiáveis que fornecem suporte técnico. 

Para saber mais sobre segurança na Internet, visite nosso site. Se você tiver alguma dúvida, entre em contato com nossos especialistas.