A OMS reconhece a superlotação e as grandes multidões como fatores que aumentam ou amplificam a transmissão de doenças infecciosas, agressões físicas e acidentes. 

Monitorar ambientes lotados é uma tecnologia que distingue o movimento normal de pessoas das multidões. 

Algumas medidas para evitar multidões:  

Controle de acesso facial 

Pode ser usado em catracas ou portas em geral, isso libera o acesso ativando travas elétricas em vez de ter que tocar em algo. 

Catracas sem contato 

As catracas sem contato, quando integradas ao controle de acesso facial com leitor de temperatura, são ainda mais eficientes no controle de quem se aproxima. O uso das catracas não requer contato físico e só pode ser usado por uma pessoa por vez. Suas portas abrem rapidamente quando ativadas, agilizando o acesso das pessoas. 

Acionador de abertura do sensor infravermelho 

Evita o contato com a superfície. Tudo o que você precisa fazer é mover a mão na frente do sensor infravermelho. Quando a porta é aberta ou fechada, o dispositivo muda a cor do seu LED. 

Câmeras térmicas com termômetro 

As câmeras de imagem térmica reconhecem e medem a temperatura de pessoas e objetos com base na radiação emitida. Eles também realizam o reconhecimento facial e alertam se alguém está com febre ou não está com máscara. 

Tag de acionamento  

A etiqueta de acionamento para celulares oferece praticidade e fácil controle de acesso. É uma etiqueta adesiva semelhante a uma etiqueta comum: você a cola no telefone e tudo o que você precisa fazer é aproximar o dispositivo do leitor para permitir o acesso sem digitar uma senha. Ele pode funcionar tanto em controles de acesso quanto em travas digitais. 

Sensor de presença de iluminação 

Detectam fontes de calor por meio da detecção de radiação infravermelha. Neste caso, a luz acende e só apaga novamente quando nenhuma outra presença é detectada. 

Tag de acesso de proximidade 

Tag é um dispositivo de controle de acesso muito prático que pode até ser usado como um chaveiro. Para abrir a porta, basta aproximá-la do leitor. Na prática, funciona como a tag móvel mencionada acima. 

Etiqueta de identificação do veículo 

A etiqueta do veículo é ideal para identificar e autorizar o acesso de carros e motos. O usuário pode colar a etiqueta no interior do carro, mais precisamente no para-brisa, e cadastrá-la no sistema de segurança. Para desbloquear o acesso, basta aproximar-se do leitor – até 12 metros de distância. 

A tecnologia ajuda a evitar aglomerações, protege os funcionários e também beneficia a empresa. Portanto, considere o uso de tecnologia para evitar a superlotação em sua empresa. 

Se você deseja saber mais sobre essas tecnologias, clique aqui.